sexta-feira, 22 de novembro de 2013

Tutorial - Alforges [parte I]

Quando trocamos o carro pela bicicleta, trocamos também um porta bagagens espaçoso por um muito mais pequeno. Torna-se assim importante optimizarmos o espaço que temos de forma a conseguirmos transportar aquilo de que precisamos que, no meu caso, são os tupperwares com o jantar, um livro e pouco mais. 

A melhor opção são os alforges. Espaçosos, práticos e, se funcionarem também como mala: perfeito. E foi assim que, depois de muita pesquisa, a Costureira Ciclista decidiu fazer os seus próprios alforges e partilhar aqui o passo-a-passo para quem queira fazer os seus. Vamos ver ?




PASSO 1: As Medidas 
(material necessário: fita métrica + bloco de notas + caneta)

A vantagem dos alforges DIY é que são feitos exactamente do tamanho que precisamos. 

Como é que descobrimos o tamanho ? Medimos a largura da grelha (o alforge pode ser mais pequeno do que a grelha) e a altura (não esquecer que não deve tocar no chão).

Outro aspecto a ter em conta é o que vamos transportar, pois é com base nisso que vamos decidir a profundidade do alforge. 

No meu caso, optei por 30 cm de largura, 34 cm de altura e 14 cm de profundidade.





PASSO 2: Os Moldes
(material necessário: régua + esquadro + caneta + folhas de jornal)

A vantagem dos moldes é que funcionam como um pré-teste antes de começarmos a cortar tecido (é mais barato fazer um molde novo do que comprar tecido ...) e, podem ser usados para fazermos mais alforges.

Começamos então por desenhar o painel principal do alforge. Neste caso tem 30 cm de largura e 34 de altura.



Acrescentamos depois a lateral e o fundo do saco cujas medidas deverão ser metade daquela que pretendem. Ou seja, se querem que o vosso saco tenha 15 cm de profundidade, o rectângulo deverá ter 7,5 cm.


Porquê ? Porque vamos passar o molde para 2 rectângulos de tecido. Assim, quando coserem as duas partes (cada uma com os tais 7.5 cm) ficam com 15 cm ao todo. Não se esqueçam: sempre metade nas laterais e fundo.




Falta-nos apenas a aba para fechar o alforge. Neste caso específico, a aba será cosida na parte exterior do saco (e não entre o forro e o tecido principal, como é habitual) por isso não é obrigatório que a largura seja igual à do saco. Neste caso, fi-la um pouco mais pequena e com os cantos arredondados. 





PASSO 3: Construção de papel
(materiais: fita cola + 2 moldes da parte principal + 1 molde aba)


Este passo é facultativo mas é também uma excelente forma de anteciparem o resultado final. No fundo consiste em fazer com papel, aquilo que vão fazer com o tecido. A diferença é que, em vez de linha e agulha, prendem tudo com fita cola. 


Visto que vamos construir a peça final, vamos precisar de fazer mais um molde do painel de forma a ficarmos com: parte da frente do alforge + parte de trás do alforge + aba.


Depois é só colar e experimentar!





Continua ...




2 comentários:

  1. excelente! estou curioso para ver o resultado final.
    as dobráveis são por vezes mais limitadas na utilização dos alforges porque é mais fácil o calcanhar ficar a bater nele. espero que não seja o caso... pela foto parece estar ok, mas já agora confirme.
    cumps
    Júlio

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Júlio,

      Foi precisamente por ter tido o problema que refere que decidi por "mãos à obra" e fazer uns alforges à medida. Por enquanto, tudo parece correr bem ... mas certezas, só mesmo depois do test-drive do alforge :)

      Mas vou actualizando o blog à medida que a confecção for avançando e, em breve, já saberemos se tenho de lhes cortar algum pedaço ou não :p

      Eliminar